A Freguesia

História

A Freguesia das Caldas da Rainha – Santo Onofre é uma das duas freguesias da Cidade das Caldas da Rainha e a mais recente das dezasseis freguesias que compõem o Concelho caldense. Nasceu juridicamente a 31 de Dezembro de 1984. Tem uma área de 8.75 Km2 e a sua população ronda os 12 500 habitantes.


Exemplar das muitas pias que
foram utilizadas para banhos no Balneário das Águas Santas
 

Situada a pouca distância do centro da cidade foi inicialmente conhecida como Bairro das Águas Santas. Esta designação prende-se com o facto de em 1852 terem aparecido nesta zona nascentes de águas medicinais hiposalinas, isentas de contaminações que não só serviam de abastecimento de água à população como mais tarde se constituíram no afamado Balneário das Águas Santas que tratava fundamentalmente de doenças de pele (dermatoses). A partir dos anos 60 as instalações foram-se degradando e hoje permanecem apenas alguns vestígios.

Entendeu-se dar-lhe o nome do apócrifo Santo Onofre, cuja imagem se encontra na Quinta dos Pinheiros.

A criação da Freguesia foi fruto da sinergia dos seguintes e sucessivos enquadramentos históricos: Balneário das Águas Santas; Início e desenvolvimento do bairro de gente mais humilde, situado junto da linha de caminho de ferro, conhecido actualmente por Bairro da Ponte; Início do Bairro das Morenas, a princípio muito degradado; Início e desenvolvimento do Bairro dos Arneiros, com a interligação operada com o Bairro da Ponte; O elemento de devoção popular a Santo Onofre; O extraordinário espírito gregário dos moradores desta zona, que bem explica a existência de algumas organizações sociais da Freguesia e por outro lado justifica a indomável vontade da constituição da Freguesia, levada a efeito graças ao empenhamento de um punhado de homens.


Imagem do Santo Onofre na
secretaria da sede da junta
 

Nos seus principais bairros ainda hoje se destacam algumas colectividades que nasceram graças ao empenho e espírito associativo dos seus moradores, nomeadamente a Sociedade de Instrução e Recreio “Os Pimpões”, a Associação Cultural Desportiva e Recreativa Arneirense e o Futebol Clube das Caldas.

A norte confronta com a Freguesia de Tornada, a sul com a Freguesia de Santa Maria de Óbidos, a oeste com a Freguesia de Nadadouro e a este com a Freguesia das Caldas da Rainha - Nossa Senhora do Pópulo.

A Freguesia ao capitalizar ao longo dos anos um conjunto de circunstâncias favoráveis à sua renovação e revitalização, possui, tanto no campo cultural como desportivo, estruturas essenciais ao desenvolvimento de toda a cidade.

São disso exemplo a Biblioteca Municipal, a Expoeste (Centro de Exposições), o Centro de Juventude, as escolas, vários complexos desportivos, associações culturais, recreativas e desportivas, uma Zona Industrial, um Centro de Formação Profissional, assim como delegações do Ministério do Ambiente e do Trabalho.

E é com a força propulsora da renovação, potenciando as estruturas existentes e dinamizando outras, que esta Freguesia se afirma sobretudo por uma dinâmica endógena.

Voltar